Compartilhando um rezo do agora:

A vida jamais vai renunciar à vida, mais sempre vai se movimentar para seu equilíbrio em vida, em respeito natural, a Vida que se é. Para sentir e entender isso, basta deixar a mente, deixar de sentir-se separada da Vida acontecendo. E de uma maneira inevitável, se vê onde se nasce o respeito a vida que se é. Se analisarmos com consciência, o desequilíbrio, e o que ele faz com as permissões e omissões que fazemos, seja em nosso corpo (Holístico e vibracional), seja nossa família, seja em nossa comunidade, seja em nosso País, seja em nosso Planeta Gaia, o resultado inevitável, será o desequilíbrio, e logo também, inevitavelmente, surgem os sinais, vamos sentir e ver. Mais a inteligência da Vida fluindo que não pensa, que segue fluindo por todos os lugares, segue fluindo e se equilibrando, para que siga fluindo, sendo a vida que é. Talvez para a mente que lê isso, seja filosófico e zen, já que a forma em seus conceitos, jamais vai se desprender de si mesma, entretanto, observe além, a partir do dentro de si mesmo, em vida. Este é um bom tempo para isso, de ser a consciência tão buscada e proclamada, já que ela repousa no dentro, no coração da essência que somos. Este é o meu rezo, atitudes de vidas despertas, em reciprocidade natural a vida. Sendo respeito da vida que me representa, respirando e vivo,

Sthan Xãnnia Tehuantepelt

© 2020 por Canaliza Digital.Todos os direitos reservados.

  • Aos Filhos da Terra
  • Sthan Xannia