TEMAZCAL

MUDAR DE PELE É PRECISO

11058270_935488763182552_372641177777646
19621040_1496760993721990_39861435793533
Gallery-HealingLodge-2
55730945_2251470781584337_61294377561468
54519125_2260689133995835_61623922155753
download
54212963_2251469838251098_21319120121401

A “Tenda do Suor” (também chamada de “Temazcal”, “Inipi” ou "Sweet Logde"), é um banho de vapor, porém, com uma profunda conotação espiritual. Os vestígios mais antigos dessa prática se encontram nas zonas arqueológicas dos maias, no México e na Guatemala, mas acredita-se que a tradição é muito mais remota.

Trata-se de uma tradição milenar usada por etnias ameríndias com o objetivo de curar, limpar e purificar o corpo e a mente.

Seu uso através da história tem sido terapêutico como ritual em cerimônias. A sua prática sobrevive graças à tradição oral das comunidades indígenas e, atualmente, devido ao crescente interesse da sociedade contemporânea em buscar uma melhora na qualidade de vida.

Nessa prática, intervêm os quatro elementos: a Terra, onde nos apoiamos; o Fogo, onde as pedras são aquecidas; a Água, colocada sobre elas; e o vapor, representando o Ar. São utilizadas, também, ervas aromáticas e plantas medicinais.

 

Benefícios


O Temazcal pode ser observado sob dois aspectos: o da saúde do corpo e o espiritualista.

Para a saúde do corpo, o contato com o efeito do calor e a respiração desse vapor aromático fazem a pele suar, relaxando o corpo e desintoxicando-o. Assim, promove a limpeza dos sinos nasais e paranasais, aliviando casos de sinusite, catarros, asma, bronquites e enfisemas, purifica a pele, estimula a circulação e o sistema imunológico. Em razão de seu efeito relaxante, combate a insônia, revigorando e dinamizando os processos mentais. Essa prática é considerada como um coadjuvante no combate ao estresse.

Contudo, é importante observar que a “Tenda do Suor” é mais do que um simples banho de vapor e ervas que nos ajuda a melhorar o funcionamento do organismo. É um espaço onde forças elementares da natureza interagem. 



​Dessa forma, ao adentrar na tenda, entramos em contato com os quatro elementos fundamentais que mantêm a vida em nosso planeta. Isso possibilita a interação com as forças elementares que não são percebidas através de nossos sentidos externos. Ao contrário, focando nossa atenção nos sentidos internos, damos chance a uma interiorização, ou seja, um contato com a nossa verdadeira essência.

 

​​Quem pode/deve fazer a tenda

A princípio, qualquer pessoa. É indicado para quem se sente intoxicado, física ou mentalmente; para pessoas com problemas respiratórios e com dificuldade de relaxamento muscular. Ajuda a vencer os processos de claustrofobia e outros medos.



Pode-se fazer em busca de uma reconexão com seu poder pessoal, para se preparar (motivação) para a realização de algum intento, e mesmo celebrando ou agradecendo por uma realização.

Muitas pessoas também adentram à tenda com o propósito de obter "resposta" ou alento de algum conflito interno.

 

O Temazcal é um ritual aberto a pessoas de diferentes crenças e religiões. Não é necessário qualquer iniciação ou pré-requisito para participar.


Pode-se, inclusive, adentrar à tenda para obter apenas os benefícios físicos, como acontece em alguns resorts e SPA’s.

Essa prática advém de tradições ancestrais que entendiam o ser humano como parte integrante (indissociável) da natureza.

 

Temazcal

 

É uma tradição milenar usada por nossos antepassados com o objetivo de curar, limpar e purificar corpo e espírito. A cerimônia é dos primeiros e mais antigos ensinamentos que existem. Vem da origem. E a origem é no ventre de nossa Mãe Terra, numa das primeiras cerimônias que temos na hora de vir a tomar forma, a tomar força, de nos encontrarmos como os quatro elementos e direções, com o Criador, o Grande Espírito.

 

Representa o ventre da nossa Mãe Terra, de onde se é concebido, onde se é alimentado como semente para chegar a termos a unidade com todos os poderes do Universo. É das primeiras cerimônias entregues ao ser humano e está baseada na benção e purificação, através do líquido sagrado que é a água, através do calor da vida, do vento e do fogo. É uma cerimônia conhecida como a "Cabana das Pedras Anciãs". Usam-se pedras que se solidificaram, após receberem o calor nas entranhas da Mãe Terra e virem à superfície. É uma cerimônia do Fogo Sagrado, onde se relembra primeiro o calor guardado por estas pedras que já foram lava um dia.





Estas pedras são aquecidas e levadas pelo "homem fogo" a uma cabana que representa o umbigo da Mãe Terra. Ali são depositadas e é onde as pessoas se reúnem para as receber. Plantas aromáticas são utilizadas para agradecer e bendizer a vida. Estas plantas são depositadas sobre as pedras, onde liberam a sua essência ao serem aquecidas pelo calor, pelo fogo armazenado nestas pedras. Depois de terem a oportunidade de respirar este aroma, as portas são fechadas e todos juntos compartilham um mistério, uma escuridão, o interior, um momento de profundidade e de união com o Universo. Neste momento a água é depositada sobre as pedras. Aí começamos a nos dar conta de como o Poder se move, porque esta água que cai sobre as pedras, imediatamente nos é retornada de uma forma muito mais leve, em forma de vapor.

 

Nesta ocasião se manifestam e equilibram a medicina, o conhecimento, a sabedoria que podem ser aspiradas. A isto chamamos de "memória do primeiro alento", a memória do momento de quando fomos concebidos. É uma das cerimônias mais antigas, onde recebemos o conselho de nossos antepassados, de como foi que obtemos a vida que temos agora.

 

​​Fases da Tenda​

​​

O Ritual da Tenda do Suor, que é integrado por quatro fases distintas. Levando em conta que a tenda é um ventre que gera a vida, um dos modelos que se seguem para estabelecer este ritmo, é o do próprio corpo do ser humano.

 

​Cada fase limpa e fortalece.

 

​​

A primeira fase está ligado à terra; à estrutura óssea; à sustentação; aos pés e às pernas; à energia do primeiro chakra; ao nosso corpo material. É o momento de se reconciliar com a natureza interna, com nosso próprio ser e a maneira como evoluímos.
A segunda fase está associada ao elemento água; ao corpo emocional; aos sentimentos; ao ventre. Somos convidados a perdoar e ser perdoados; a liberar os sentimentos de culpa; a lavar as emoções e o coração dos sentimentos adversos.
A terceira fase está ligada ao ar; à inteligência do ser que permite escolher o caminho correto; ao retorno da luz que ilumina tudo e clareia o caminho para que não tropecemos, para que avancemos com passos seguros e firmes na vida.
A quarta fase está associada ao fogo; à transmutação total; à troca e à regeneração; ao que nos permite ressurgir como seres novos do ventre da tenda.

© 2020 por Canaliza Digital.Todos os direitos reservados.

  • Aos Filhos da Terra
  • Sthan Xannia