Lenda do açai

April 18, 2015

 

 

 

 

Estava aqui saboreando um açai, e lembrei de compartilhar a lenda nativa deste fruto:

 

 

 

Antes de existir a cidade de Belém, capital do Estado do Pará na Amazônia, uma tribo muito numerosa ocupava aquela região. Os alimentos eram escassos e a vida tornava-se cada dia mais difícil com a necessidade de alimentar todos os índios da tribo. 
Foi aí que o cacique da tribo, chamado de Itaki tomou uma decisão muito cruel. Ele resolveu que a partir daquele dia todas as crianças que nascessem seriam sacrificadas para evitar o aumento de índios da sua tribo.
Um dia, no entanto, a filha do cacique, que tinha o nome de Iaçã, deu à luz uma linda menina, que também teve de ser sacrificada. Iaçã ficou desesperada e todas as noites chorava de saudades de sua filhinha. 

 

 

 

Durante vários dias, a filha do cacique não saiu de sua tenda.
Em oração, pediu à Tupã que mostrasse ao seu pai uma outra maneira de ajudar seu povo, sem ter que sacrificar as pobres crianças. Depois disso, numa noite de lua, Iaçã ouviu um choro de criança. Aproximou-se da porta de sua oca e viu sua filhinha sorridente, ao pé de uma esbelta palmeira. Ficou espantada com a visão, mas logo depois, lançou-se em direção à filha, abraçando-a. Mas, misteriosamente a menina desapareceu.
Iaçã ficou inconsolável e chorou muito até desfalecer. 
No dia seguinte seu corpo foi encontrado abraçado ao tronco da palmeira. No rosto de Iaçã havia um sorriso de felicidade e seus olhos negros fitavam o alto da palmeira, que estava carregada de frutinhos escuros. 
O cacique Itaki então, mandou que apanhassem os frutos em alguidar de madeira, o qual amassaram e obtiveram um vinho avermelhado que foi batizado de AÇAÍ, em homenagem a IAÇÃ
(invertido é igual a açai).


Com o açai, o cacique alimentou seu povo e, a partir deste dia, suspendeu sua ordem de sacrificar as crianças.mas de respeito pela vida.

 

 

 

 

 

Please reload

 Posts em Destaque

Massagem Nativa ( Xamânica)

April 17, 2015

1/9
Please reload

 Posts Recentes

April 6, 2018

June 25, 2017

June 13, 2016

December 10, 2015

November 20, 2015

November 19, 2015

November 15, 2015

September 16, 2015

September 16, 2015

Please reload

Arquivos
Please reload

Pesquisa por Tags