Aproveitamos os encontros na Lua Cheia para dançar, cantar e libertar sensações de aprisionamentos em diversos campos de nossas vidas. Também ajuda a resgatar este princípio que nos mantém conectados com o sagrado de cada dia, nos conectando com novos ritmos, trazendo grandes benefícios aos participantes na medida em que, juntos, tomamos consciência da energia de luz e bênçãos que se manifesta a cada mês, e das possibilidades de re-criar a vida.


A cada Lua Cheia é uma grande oportunidade para nos abrirmos e recebermos as energias do mês. Cada lua traz em si, qualidades específicas para serem trabalhadas no momento e, à medida que fazemos isso conscientemente, vamos crescendo e nos transformando.

Quando o Sol está num signo, a Lua está no oposto, e cada um tem seu elemento: terra, ar, água ou fogo. Cada lunação é um momento propício para nos conscientizarmos daquilo que é necessário para ser trabalhado.

 

Na Lua Cheia, ficamos mais receptivos. Nosso inconsciente aflora mais facilmente. Tudo que planejamos chega ao seu nível máximo de potencialidade.


Durante o ano, celebramos, no Aos Filhos da Terra, três importantes festivais de Lua Cheia, onde a luz é mais intensa e é preciso unir pessoas para ancorar as energias. Esses festivais são momentos muito importantes de serviço planetário. São eles:


- Festival da Páscoa (Recebe a Luz): Lua Cheia de Áries

- Festival do Wesak (Assimila a Luz): Lua Cheia de Touro

- Festival da Humanidade (Distribui a Luz): Lua Cheia de Gêmeos


Celebramos todas as Luas Cheias, independentemente do dia da semana em que elas caiam. Em caso de chuva, as meditações ocorrem dentro do salão. Vivenciar cantos, gestos, passos e símbolos antigos no período da Lua Cheia auxiliam na abertura para uma nova dimensão e uma nova consciência da humanidade como um todo. Ajuda a nos alinhar energeticamente e a crescer espiritualmente. Neste momento, temos a grande oportunidade de distribuir toda a energia que contatamos para todos os lugares, seres e pessoas que precisem dela, inclusive nós mesmos.

MEDITAÇÃO DA LUA CHEIA

 

A Lua é o astro que ilumina a noite e é o símbolo do princípio feminino, representando potencialidades, estados de alma, valores do inconsciente, humores e emoções, receptividade e fertilidade, mutação e transmutação.



Desde os primórdios da humanidade, membros das comunidades nativas sabem que a Lua influencia o ser humano e todos os seres vivos, em muitos momentos. Hoje, centenas de grupos espirituais no mundo todo se reúnem mensalmente para meditar, de maneira regular, no dia da Lua Cheia.

 

O propósito do Aos Filhos da Terra é a meditação grupal junto com a celebração consciente do momento. 

1/5
  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page